Novak Djokovic: “Não sabia se seria capaz de acabar o encontro”

Fotografia: Mike Lawrence/USTA

Novak Djokovic apurou-se para a terceira ronda do US Open com uma vitória em sets diretos, mas nem tudo foi perfeito na noite do sérvio. Djokovic teve que lidar com problemas no ombro – que o levaram inclusivamente a ser assistido – e admitiu que chegou a temer não conseguir terminar a partida.

“Não sabia se seria capaz de acabar o encontro. Tive de parar para verificar a lesão. Foi um obstáculo para o meu jogo, especialmente no serviço e na pancada de esquerda. Não tive esta sensação muitas vezes na minha carreira”, começou por explicar o sérvio.

O número um do Mundo vai procurar ajuda médica para tentar livrar-se do problema: “Vou abordar a lesão com especialistas e espero poder jogar sem dores daqui a dois dias. Tem-me incomodado nas últimas semanas, às vezes com maior intensidade, outras vezes com menor. Hoje foi difícil e imprevisível”.

Djokovic falou também sobre o adversário desta madrugada, deixando elogios ao argentino Juan Ignacio Londero. “Fiquei impressionado com o Londero no encontro contra o Roger, ele estava sólido e a um bom nível. É um grande lutador, focado e intenso, hoje nunca parou de acreditar. Estava a bater bem na bola, especialmente com a direita”, disse.

Total
4
Shares
Total
4
Share