Sintra. Francisco Cabral ultrapassa maratona rumo aos quartos de final

Francisco Cabral é o segundo português a assegurar o apuramento para os quartos de final do BTA Futures II. Esta quinta-feira, o tenista de 22 anos levou a melhor sobre o ucraniano Pavel Shumeiko (1239.º ATP), com os parciais de 7-6(2), 4-6 e 7-6(3).

O jogador luso teve que suar para conseguir levar de vencida o oponente desta tarde. No primeiro set, Cabral foi o primeiro a conseguir chegar ao break, mas acabou por perder logo de seguida a vantagem que tinha conquistado. O parcial acabou por ser decidido no tie-break, onde o português jogou de forma exemplar.

A resposta do ucraniano surgiu no segundo set, com uma entrada forte que lhe permitiu chegar rapidamente ao 3-0. Antes que Cabral conseguisse entrar no set, Shumeiko já vencia por 5-2 e a disputa de uma terceira partida era o cenário mais provável.

Com dois jogos consecutivos, onde conseguiu recuperar o break de atraso, o número 1116 do Mundo colocou-se em posição de servir para igualar o set a cinco jogos. Porém, voltou a não conseguir segurar o serviço e Shumeiko fechou a segunda partida ao fim de uma hora.

No terceiro set tudo apontava para a vitória do menor cotado, que uma vez mais conseguiu chegar a uma vantagem de 5-2. Desta vez, contudo, Francisco Cabral conseguiu recuperar o break e vencer os jogos de serviço que se seguiram, empurrando a decisão para o tie-break. Com mais um jogo de desempate jogado de maneira quase irrepreensível, o tenista luso carimbou o passaporte para a próxima eliminatória ao fim de três horas e 19 minutos em court.

Depois da maratona, Francisco Cabral aguarda agora pelo desfecho do embate entre o primeiro cabeça de série, Fred Gil (380.º), e Luís Faria (778.º), do qual vai sair o seu adversário nos quartos de final da prova.

Avatar
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade de me juntar ao Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.