Frederico Silva falha quartos de final em L’Aquila

Fotografia: Margarida Moura/Federação Portuguesa de Ténis

Frederico Silva está fora do Challenger de L’Aquila, em Itália. O tenista português foi esta quinta-feira derrotado na terceira ronda da prova, na qual defendia o estatuto de oitavo cabeça de série, pelo argentino Andrea Collarini (306.º ATP), com parciais de 6-4, 3-6 e 6-3.

O primeiro parcial foi complicado para o pupilo de Pedro Felner, que cedeu o serviço logo no primeiro jogo. Este foi, de resto, o único break da primeira partida, mas Frederico Silva revelou sempre muitas dificuldades para confirmar os jogos de serviço e os break points a favor de Collarini foram uma constante.

O atleta das Caldas da Rainha corrigiu os erros no segundo set, tornou-se mais sólido e isso fez a diferença. O caldense enfrentou apenas dois break points na segunda partida (tinha enfrentado oito no primeiro parcial) e aproveitou a oportunidade de que dispôs para quebrar o “saque” ao argentino e forçar uma terceira partida.

Com ambos a não se darem por vencidos, o terceiro set foi bem disputado e com muito equilíbrio. Contudo, o argentino acabou por ser mais forte e chegou mesmo ao break no oitavo jogo, depois de já ter ameaçado com dois break points instantes antes. Conquistado o 5-3, Collarini serviu de seguida para fechar o encontro e selou a vitória.

O tenista argentino segue para os quartos de final, onde tem um encontro marcado com o compatriota Francisco Cerundolo (275.º ATP). Quanto a Frederico Silva, despede-se de Itália com a garantia de que vai subir três posições no ranking ATP na próxima segunda-feira.

Avatar
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade de me juntar ao Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.