Amanda Anisimova fora do US Open após morte súbita do pai

Fotografia: US Open

A norte-americana Amanda Anisimova é uma baixa de última hora para a edição deste ano do US Open. A jovem de 17 anos, que tem vindo a lidar com uma lesão nas costas que a obrigou a falhar Toronto e Cincinnati, ia regressar no Grand Slam americano mas foi obrigada a cancelar a participação devido à morte súbita do pai, que era também seu treinador.

Konstantin Anisimov foi encontrado sem vida esta segunda-feira, segundo avança a ESPN. A tragédia inesperada levou a semifinalista da edição deste ano de Roland Garros a desistir imediatamente de disputar o quadro principal em Flushing Meadows. Em 2017, Anisimova venceu o torneio no escalão de juniores, ao derrotar Cori Gauff.

A família da membro mais nova do top-100 do ranking WTA ainda não se pronunciou sobre o assunto. No entanto, várias personalidades do mundo do ténis recorreram às redes sociais para manifestarem apoio para com a adolescente, como foram os casos de Maria Sharapova e Nick Kyrgios.

Avatar
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade de me juntar ao Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.