BTA Futures II. Fred Gil e Tiago Cação entre os cabeças de série

A Beloura Tennis Academy recebe esta semana o segundo torneio da categoria Future consecutivo, depois do francês Lucas Poullain ter triunfado na semana passada. O campeão do BTA Futures I continua em Sintra esta semana para procurar novo título, num quadro que tem confirmada a presença de pelo menos nove portugueses.

Vice-campeão no primeiro torneio, Fred Gil (371.º ATP) vai novamente defender o estatuto de primeiro cabeça de série. Ainda dentro dos oito melhores cotados está Tiago Cação (522.º), que se apresenta como o quinto pré-designado.

Para além destes dois tenistas, Portugal tem ainda mais sete representantes já confirmados no quadro principal. Luís Faria, Francisco Cabral, Fábio Coelho e Daniel Batista tiveram entrada direta, ao passo que Afonso Salgado, Pedro Araújo e Tomás Luís foram presenteados com um wild card da organização.

O contingente português poderá, no entanto, vir ainda a aumentar. Esta segunda-feira, Gonçalo Falcão, Manuel Gonçalves, Hugo Maia, Bernardo Roque, André Rodeia e Miguel Gomes colocaram-se a apenas uma vitória do quadro principal. Porém, um deles ficará obrigatoriamente pelo caminho, uma vez que Bernardo Roque e André Rodeia se vão defrontar esta terça-feira.

12 representantes no quadro de pares

Também o quadro de pares já é conhecido, e à semelhança da semana passada, também esta semana vão ser 12 os representantes lusos.

Em termos de duplas 100% portuguesas, são quatro, compostas por Francisco Cabral/Gonçalo Falcão (primeiros cabeças de série), Miguel Gomes/Tomás Luís, Manuel Gonçalves/Hugo Maia e Fábio Coelho/João Graça. A presença lusa fica completa com Valentin de Carvalho (que vai jogar ao lado de Elyas Abdulnabi), André Rodeia (a fazer dupla com o brasileiro Pedro Gabriel Rodrigues), Afonso Salgado (a fazer dupla com o brasileiro Filipe Brandão) e Illia Stoliar (que faz dupla com o brasileiro Eduardo Almeida).

Avatar
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade de me juntar ao Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.