Nuno Borges perde duelo de cabeças de série no ITF de Sintra

SINTRA — Se na parte superior do quadro o desfecho foi totalmente positivo, na metade inferior verificou-se o oposto e os dois jogadores portugueses acabaram eliminados: depois de Luís Faria, também Nuno Borges foi travado em dois parciais, falhando a presença nas meias-finais de singulares do BTA Futures I.

O jogador maiato era o quinto cabeça de série e não conseguiu oferecer boa réplica ao espanhol Pablo Vivero Gonzalez, terceiro e recém-campeão do Porto Open, que em 81 minutos carimbou a vitória com os parciais de 6-4 e 6-2.

A contenda não teve o equilíbrio que se esperava — uma vez estarem frente a frente dois dos jogadores mais fortes de todo o torneio — porque mesmo tendo sido o tenista da casa o primeiro a tomar a liderança do marcador não demorou muito até que o “visitante” repusesse a igualdade. E uma vez recuperada a desvantagem Vivero Gonzalez não a largou, conseguindo mesmo marcar encontro com Lucas Poullain numa das meias-finais deste sábado.

A prestação de Nuno Borges na variante de singulares do primeiro de dois torneios internacionais organizados pela Prime Stadium na Beloura Tennis Academy fica concluída, mas o maiato ainda regressará ao campo esta sexta-feira: juntamente com Francisco Cabral é o terceiro cabeça de série na variante de pares e defronta o britânico Stuart Parker e o lituano Julius Tverijonas na busca por um lugar na grande decisão.

Total
4
Shares
Total
4
Share