Campeã Svitolina e Halep sofrem para seguir em frente na Rogers Cup

Foi um início de jornada muito perigoso para várias das candidatas ao título aquele que se viveu esta quarta-feira na Rogers Cup, em Toronto. Elina Svitolina, campeã em título, teve de sofrer muito para seguir em frente, tal como Simona Halep… E não só.

Um ano depois de ter conquistado um dos títulos mais importantes da carreira, Elina Svitolina (que é a atual número 7 do ranking) precisou de se agarrar com unhas e dentes ao encontro para superar Katerina Siniakova (41.ª) ao fim de 2h02, com os parciais de 6-3, 3-6 e 6-3.

Ainda mais dura foi a tarefa de Simona Halep, que teve de sofrer para levar a melhor sobre Jennifer Brady: quarta cabeça de série, a jogadora romena começou com o pé esquerdo e cedeu a primeira partida, mas reagiu bem e não só igualou o marcador como “entrou com tudo” no terceiro set, abrindo mesmo uma vantagem de 4-0. Mas a norte-americana (76.ª) recuperou e forçou o tie-break, onde aí sim a mais cotada das duas jogadoras acabou por vencer. 4-6, 7-5 e 7-6(5) foram os parciais de uma muito suada vitória, só carimbada ao cabo de 2h29.

Em frente seguiram outras das candidatas ao título: Belinda Bencic, campeã em 2015, também foi forçada a três sets e conseguiu superar Julia Goerges por 5-7, 6-3 e 6-4; e porque o início de jornada foi mesmo marcado por grandes batalhas, também Karolina Pliskova foi forçada a grandes trabalhos para vencer Alison Riske, conseguindo apenas fazê-lo, lá está, numa terceira partida (6-4, 6-7[4] e 6-2 foram os parciais).

Menos sorte teve a bielorrussa Victoria Azarenka. Num jogo muito equilibrado, a antiga número um do mundo cedeu por 7-5 e 7-5 para Dayana Yastremska. Azarenka ainda liderou por 5-3 na segunda partida, mas permitiu a reviravolta.

Avatar
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade de me juntar ao Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.