Paulo Travassos e Falcão/Duarte registam primeiras vitórias portuguesas no Mundial de Veteranos

Fotografia: Beatriz Ruivo/Federação Portuguesa de Ténis 2019

Jamor, OEIRAS — Foi um dia agitado e sobretudo animado aquele que marcou o arranque do Campeonato do Mundo de Veteranos por Equipas. Paulo Travassos, Paula Falcão e Deolinda Duarte somaram as primeiras vitórias portuguesas mas não conseguiram evitar os desaires de Portugal.

No escalão masculino de +55 (Austria Cup), no Complexo Desportivo do Jamor, em Oeiras, Paulo Travassos foi o responsável pela grande vitória do dia: o campeão nacional — que neste momento não tem classificação internacional — impôs-se de forma notável sobre o norte-americano Leo Young (o melhor jogador dos EUA e 57.º classificado mundial) e venceu pelos parciais de 6-4 e 6-2.

Mas a vitória não impediu o desaire da seleção portuguesa, que viu Sotero Rebelo perder por 6-1 e 6-0 para Stuart Saiki e, no tira teimas, Paulo Travassos e João Freitas serem derrotados de forma autoritária (6-0 e 6-0) por Leo Young e Ken White.

A outra vitória portuguesa foi registada no Clube de Ténis do Estoril, em Cascais, no escalão de +50 femininos. Depois de duas derrotas nos encontros de singulares (Paula Silvestre cedeu por 6-2 e 6-4 para Maria-José Olave e Isabel Pinto perdeu por 3-6, 6-2 e 6-1 para Liliana Rodriguez), Paula Falcão e Deolinda Duarte conseguiram reduzir a desvantagem frente ao Uruguai, em jogo da Maria Esther Bueno Cup, ao levarem a melhor sobre Maria Bethayte e Niela Novales por 1-6, 6-4 e 6-2.

Das seis equipas portuguesas presentes nesta edição do ITF Seniors World Team Championships — que se realiza pela primeira vez em solo nacional —, apenas quatro foram a jogo (+50 masculinos, que são jogados no Clube Internacional de Foot-Ball, em Lisboa, e +60 femininos estreiam-se na jornada de segunda-feira) e as restantes duas não conseguiram pontuar.

Em +55 femininos, para a Maureen Connolly Cup (que também se joga no Jamor), a seleção nacional perdeu para a bem mais cotada e, sobretudo, rodada Austrália numa jornada em que a equipa da casa nem andou longe de celebrar uma grande vitória: num duelo que se prolongou por quase 3h30, Isabel Costa só cedeu para Wanda Howes depois de uma terceira e equilibrada partida, parciais de 6-4, 6-7(4) e 6-4. No outro singular, Luísa Gouveia perdeu por 6-2 e 6-3 para Brenda Foster e no par Vinha Conceição e Paula Zoio cederam poe 6-0 e 6-3 para Ulrike Deutsch-Watson e Jill Meggs.

E em +60 masculinos o selecionado luso entrou com o pé esquerdo no Grupo G da Von Cramm Cup, igualmente disputada no “palco principal” desta competição (o Complexo Desportivo do Jamor). Num duelo ibérico, Vítor Pereira perdeu por 7-6(3) e 6-1 para Miguel Mir Rodon, José Pereira por 6-3 e 6-2 para Javier Molina Ramos e, já nos pares, Manuel de Sousa e Gil Reis foram travados (6-0 e 6-3) por Juan-Carlos Andrade e Ramon Canosa Sendra.

O Campeonato do Mundo de Veteranos por Equipas começa por ser disputado num formato de fase de grupos, do qual apenas as equipas primeiras classificadas seguem para a fase a eliminar. As restantes continuarão a competir ao resto da semana, mas em play-offs que servirão para definir os restantes lugares das tabelas classificativas.

Total
6
Shares
Total
6
Share