João Sousa travado nas meias-finais do torneio de Gstaad

Terminou este sábado a campanha de João Sousa no J. Safra Sarasin Swiss Open Gstaad, o ATP 250 que se joga na terra batida da localidade suíça.

O melhor tenista português de todos os tempos procurava a 11.ª final de singulares da carreira em provas do circuito masculino e até começou bem, mas acabou por sofrer a reviravolta frente a Cedrik-Marcel Stebe: 3-6, 6-1 e 6-2 foram os parciais da vitória do alemão, que chega pela primeira vez a um encontro decisivo.

Na véspera, João Sousa tinha derrotado o amigo e número 13 do mundo Roberto Bautista Agut, que chegou recentemente às meias-finais do torneio de Wimbledon.

Depois de um primeiro set marcado por duas longas interrupções devido à chuva, a que conseguiu sobreviver de forma notável depois de estar em desvantagem por um break, João Sousa deixou de apresentar a mesma consistência.

Apesar de ser claramente favorito — e de ter do seu lado a frescura física, uma vez que o germânico teve de disputar o encontro dos quartos de final na manhã deste sábado —, o jogador vimaranense de 30 anos falhou a defesa do marcador e perdeu rapidamente o controlo da situação, descendo os níveis de eficácia não só na pancada de serviço como também no fundo do campo.

Sem consistência, e com a confiança afetada pelo desenrolar da meia-final, o resultado começou a fugir e mesmo tendo recuperado, numa primeira instância, da desvantagem de um break no parcial decisivo João Sousa não voltou a ser tão sólido quanto necessário para fazer frente ao atual número 455 do mundo — que joga este torneio com ranking protegido depois de ter falhado toda a competição entre janeiro de 2018 e abril de 2019.

A derrota na tarde deste sábado significa que ainda não será desta que João Sousa disputará pela 11.ª vez a final de singulares de um torneio ATP, ele que quando o fez pela última vez se sagrou campeão do Millennium Estoril Open, “em casa”. O número um português passa a ter um registo de 10-8 em meias-finais, já sabe que vai subir da 49.ª à 42.ª posição do ranking e aponta agora o foco ao ATP Masters 1000 de Montreal, no Canadá, uma vez que optou por desistir do torneio de Kitzbühel, na Áustria.

Total
7
Shares
Total
7
Share