João Sousa encontra velho conhecido (e atual 455.º ATP) nas meias-finais de Gstaad

A poucas horas de regressar ao court, João Sousa ficou finalmente a conhecer o adversário nas meias-finais do ATP 250 de Gstaad, na Suíça.

Depois de um final de tarde chuvoso que ditou o adiamento do encontro, Cedrik-Marcel Stebe viveu um começo de fim de semana feliz ao derrotar Thomas Fabbiano por 6-4, 2-6 e 6-4.

O alemão, número 455 ATP, será, então, o próximo adversário do melhor jogador português de todos os tempos. Mas atenção: o ranking engana.

O jogador natural de Muehlacker tem sido afetado por inúmeras lesões ao longo da carreira que o fizeram perder anos de competição e entre janeiro de 2018 e finais de abril de 2019 voltou a não jogar qualquer torneio, pelo que surge aqui com ranking protegido. Em Gstaad, está finalmente a reecontrar-se com as boas sensações que em 2012 o ajudaram a fazer parte dos 80 melhores do mundo e aos cinco desaires consecutivos em torneios do mais alto nível já conseguiu contrapor os três triunfos que fazem dele semifinalista.

Mais — e talvez até mais importante: no frente a frente com João Sousa é Cedrik-Marcel Stebe quem lidera. O primeiro encontro entre ambos aconteceu há uma década, com Stebe a vencer em três sets num Future espanhol disputado em terra batida indoor, e quatro anos depois o português igualou o frente a frente ao vencer na qualificação do torneio de Wimbledon.

Mais recentemente, num fim de semana de más memórias para Portugal, Cedrik-Marcel Stebe conseguiu recuperar da desvantagem de um set para vencer João Sousa por 4-6, 6-3, 6-3 e 6-0 no primeiro encontro de uma eliminatória que dava acesso ao Grupo Mundial da Taça Davis — e que uma Alemanha desfalcada das suas maiores estrelas venceu em pleno Centralito do Complexo Desportivo do Jamor.

Uma coisa é certa: do seu lado, o pupilo de Frederico Marques terá o favoritismo, a experiência e a frescura física, uma vez que o adversário terá muito pouco tempo para recuperar: a meia-final está marcada para não antes das 13h20 locais (12h20 em Portugal Continental), caso entretanto o duelo 100% espanhol entre Pablo Andujar e Albert Ramos já se tenha concluído.

Total
1
Shares
Total
1
Share