Luís Faria vence batalha de três horas e iguala o melhor resultado da carreira

LOUSADA — Depois de muito esperar, Luís Faria conseguiu finalmente entrar em ação e terminou o dia com razões para celebrar, uma vez que garantiu o acesso aos quartos de final do quadro principal de singulares do Porto Open.

Numa jornada perturbada pela chuva, o jovem vimaranense levou a melhor numa batalha de 3h02 disputada nos courts cobertos do Lousada Ténis Atlântico (o palco escolhido pela organização para minimizar os danos causados pelo mau tempo), ao derrotar Boris Pokotilov, da Rússia, por 7-6(7), 3-6 e 6-3.

O suado triunfo desta quinta-feira permite ao tenista do Centro de Alto Rendimento atingir os quartos de final de torneios ITF pela quinta vez na carreira, depois de São Brás de Alportel e Tavira no final de 2018 e Loulé e Setúbal já esta época, e pela segunda vez em provas de 25.000 dólares, depois da campanha em solo tavirense.

E mais: ao vencer, Luís Faria garantiu a presença de um jogador português nas meias-finais, uma vez que agora vai ter como adversário o compatriota Daniel Rodrigues, responsável pela eliminação do primeiro cabeça de série.

Atualizado às 23h35.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."