Francisca Jorge entra a ganhar no Porto Open, Sara Lança desiste lesionada

GUIMARÃES — A terceira jornada do Porto Open começou da pior forma no que ao quadro principal feminino diz respeito, com a Class Academy, no Open Village Sports, em Guimarães, a servir de palco a dois finais precoces devido a lesões.

Francisca Jorge, bicampeã nacional absoluta e única portuguesa a ter entrada direta neste Porto Open — que devido ao atraso nas remodelações do Complexo Desportivo do Monte Aventino tem distribuído os duelos femininos por vários clubes —, liderava por 6-3 e 3-1 quando viu a qualifier ucraniana Anastasiya Poplavska desistir devido a lesão.

Esta é a quarta semana consecutiva em que a jogadora vimaranense de 19 anos ultrapassa a etapa inaugural num torneio de 25.000 dólares, repetindo os feitos da Figueira da Foz, Corroios e Palmela. A próxima adversária da número um nacional será ou Myrtille Georges (quarta cabeça de série) ou Adelina Krueger.

Mas antes já se tinha verificado outra desistência: também por problemas físicos — afinal, este é o terceiro palco oficial (fora recintos de treino) que as jogadoras pisam esta semana — a portuguesa Sara Lança viu-se impossibilitada de continuar o encontro quando perdia por 3-1 para a japonesa Yuriko Lily Miyazaki no primeiro set.

Ainda esta quarta-feira, também Inês Murta (contra Olga Saez Larra, terceira pré-designada) e Rita Pinto (contra Dia Evtimova) vão a jogo nesta edição do Porto Open.

Os encontros do quadro principal de singulares masculinos estão a decorrer no Complexo Desportivo do Monte Aventino, que para já só tem três courts aptos para a competição.

Total
4
Shares
Total
4
Share