Depois do brilharete em singulares, João Sousa vence uma espécie de ensaio nos pares

João Sousa
Fotografia: AELTC/Eddie Keogh

Um dia, duas grandes vitórias para João Sousa na relva do All England Club.

Cinco horas depois de ter surpreendido Marin Cilic, que é sempre considerado uma das maiores ameaças aos Big Three, o melhor tenista português de todos os tempos voltou aos courts para selar o apuramento para a segunda ronda do quadro principal de pares de Wimbledon.

Ao lado do amigo Leonardo Mayer, com quem em janeiro atingiu as meias-finais do Australian Open, o vimaranense superou os britânicos Daniel Evans e Lloyd Glasspool numa espécie de “ensaio” para o próximo desafio em singulares.

É que Daniel Evans será o seu próximo adversário, sendo por isso o obstáculo que o separa do melhor desempenho da carreira no terceiro torneio do Grand Slam do calendário.

Mas vamos ao encontro desta tarde: o número um português conseguiu colocar de parte as emoções relacionadas com aquela que foi uma das melhores exibições da carreira na variante de singulares e voltou a ser feliz ao lado de um dos seus melhores amigos no circuito, graças a uma exibição muito segura para “despedaçar” os corações da casa graças aos parciais de 7-6(3), 4-6, 7-5 e 6-3.

Num encontro pautado pelo equilíbrio, Sousa e Mayer conseguiram ser mais acutilantes do que a dupla britânica nos momentos decisivos e isso permitiu-lhes resolver uma partida em que venceram 136 pontos contra 128 dos adversários.

A vitória apura João Sousa e Leonardo Mayer para a segunda ronda do torneio de Wimbledon pelo segundo ano consecutivo. Para repetirem a prestação da edição transata, em que alcançaram a terceira eliminatória, o português e o argentino terão de ser novamente bem sucedidos já na jornada de sexta-feira, em que vão defrontar os franceses Nicolas Mahut e Edouard Roger-Vasselin, décimos primeiros cabeças de série.

Quanto ao “segundo ato” da rivalidade entre João Sousa e Daniel Evans, só acontecerá no sábado, dia em que se disputarão os últimos encontros da terceira ronda. Se tudo correr bem domingo será, como manda a tradição, dia de descanso — o famoso Middle Sunday —, seguido da ainda mais popular Manic Monday, jornada em que se disputam todos os encontros dos oitavos de final de singulares quer no quadro masculino, quer no feminino.

Última atualização às 20h35.

Total
30
Shares
Total
30
Share