No primeiro encontro como número um mundial, Ashleigh Barty não desapontou

Correu de feição a estreia absoluta de Ashleigh Barty como líder do ranking individual, com a jovem australiana a somar esta terça-feira uma vitória em sets diretos na primeira ronda de Wimbledon 2019.

Campeã do WTA Premier de Birmingham recentemente, a número um mundial mostrou as suas credenciais de principal favorita à vitória no embate diante da chinesa Saisai Zheng (43.ª WTA), impondo-se, depois de um início algo tremido, por intermédio dos parciais de 6-4 e 6-2 ao fim de uma hora e 18 minutos de um jogo em que esteve praticamente desde o início ao fim (exceção feita ao momento em que passou de 4-1 para 4-4) sempre no comando das operações.

Ash’ Barty, de 23 anos, vai agora à procura de igualar a sua melhor campanha individual no All England Club, a terceira ronda obtida em 2018, quando encarar a belga Alison Van Uytvanck (58.ª), que ultrapassou a antiga campeã de US Open 2004 e Roland Garros 2009 e ex-número dois mundial, a russa Svetlana Kuznetsova (104.ª), por 6-4, 4-6 e 6-2.

Já no decurso desta segunda jornada, de destacar o desaire da 32.ª favorita, a ucraniana Lesia Tsurenko, por 6-3 e 6-2 contra a checa Barbora Strycova (54.ª) e as vitórias das seguintes cabeças de série: a norte-americana Sloane Stephens (9.ª; bateu a suíça Timea Bacsinszky — 91.ª — por 6-2 e 6-4); a chinesa Qiang Wang (15.ª; derrotou a bielorrussa Vera Lapko — 106.ª — pelos parciais de 6-2 e 6-2); e a belga Elise Mertens (21.ª; superiorizou-se por 6-2 e 6-0 sobre a francesa Fiona Ferro — 100.ª).

Total
4
Shares
Total
4
Share