Com o pé no acelerador: Kevin Anderson e Stan Wawrinka entram a ganhar em Wimbledon

Fotografia: Wimbledon

Com pressa. Assim se pode descrever as performances de Stan Wawrinka e Kevin Anderson esta manhã no All England Club. Os dois tenistas entraram a ganhar de forma convincente em Wimbledon e já estão na segunda ronda da prova.

O primeiro a carimbar o passaporte foi o helvético. Diante do belga Ruben Bemelmans (171.º ATP), Wawrinka foi implacável. O tenista suíço, que ocupa o 19.º lugar da tabela mundial, precisou de apenas uma hora e 29 minutos para “despachar” o adversário com parciais de 6-3, 6-2 e 6-2. O encontro ficou marcado pelo domínio dos pontos disputados com a primeira bola por parte de Wawrinka (venceu 76%) e com a eficácia do helvético nos break points – converteu cinco dos 11 de que dispôs -, algo que Bemelmans nem sequer chegou a ter à sua disposição.

No Court No.3 e um bocadinho mais demorado, Kevin Anderson bateu a concorrência de Pierre-Hugues Herbert (39.º ATP). O sul-africano fez o regresso à competição após uma paragem prolongada por lesão e exibiu-se de forma bastante convincente. Com 16 ases, 80% de pontos ganhos no primeiro serviço e uma eficácia quase total no jogo de rede (10/11 pontos ganhos), o sul-africano resolveu a questão em menos de duas horas, com parciais de 6-3, 6-4 e 6-2.

De passaporte carimbado para a segunda ronda, Stan Wawrinka já sabe que vai defrontar o norte-americano Reilly Opelka (63.º ATP), que bateu Cedrik-Marcel Stebe (518.º ATP) por 6-3, 7-6(4) e 6-1. Quanto a Kevin Anderson, aguarda pelo desfecho do embate entre Janko Tipsarevic (288.º ATP) e Yoshihito Nishioka (68.º ATP), de onde sai o seu próximo adversário.

Total
7
Shares
Total
7
Share