Três anos depois da primeira final, Taylor Fritz sela primeiro título da carreira com um ás

Para Taylor Fritz, a espera valeu a pena.

Três longos anos depois de ter disputado, aos 18 anos, a primeira final da carreira em torneios do ATP Tour, o norte-americano ergueu este sábado o primeiro troféu de campeão ao derrotar o compatriota Sam Querrey por 6-3 e 6-4 na decisão de Eastbourne, na Grã-Bretanha.

Nascido em Rancho Santa Fe, na Califórnia, o número 42 do mundo (que é um dos “papás” mais novos do mundo do ténis) viveu a semana perfeita na relva de Eastbourne, onde começou por derrotar Paul Jubb — o primeiro adversário de João Sousa em Wimbledon.

Depois de superar o mais recente campeão universitário do circuito norte-americano, Taylor Fritz superou o primeiro cabeça de série, Guido Pella (foi o único encontro em que teve de disputar três partidas, vencendo por 6-4, 3-6 e 6-4), Hubert Hurkacz e ainda o favorito do público Kyle Edmund para chegar à final, onde contou com uma exibição perfeita para negar a Sam Querrey o 13.º título da carreira.

O título vai fazer com que Taylor Fritz suba à 31.ª posição do ranking ATP. Será um novo máximo de carreira no dia em que inicia a participação no torneio de Wimbledon, onde terá como primeiro adversário o ex-finalista Tomas Berdych.

Total
2
Shares
Total
2
Share