Loucura em Londres: Andy Murray e Feliciano López estão na final de pares

O conto de fadas continua: depois de um regresso aos courts vitorioso sobre os primeiros cabeças de série, Andy Murray voltou a vencer ao lado de Feliciano López: primeiro nos quartos de final, depois nas meias-finais, e assim a dupla da semana está na grande final do Fever-Tree Championships, o ATP 500 que se joga na relva do Queen’s Club, em Londres.

Num dia frenético, que já o tinha visto sobreviver a uma longa batalha frente ao bem mais novo Félix Auger-Aliassime, Feliciano López encontrou forças para somar três vitórias: se às 18h23 eliminou o canadiano, às 18h58 — não chegou a sair do court — completou a vitória nos quartos de final de pares ao lado de Andy Murray, por 6-4 e 7-6(3) perante os britânicos a Daniel Evans e Ken Skupski.

Menos de duas horas depois, e novamente sem sair do court — uma tentativa claramente bem sucedida de se manter quente numa idade (37 anos) em que já todos os pormenores contam —, a dupla sensação da semana voltou a ser bem sucedida, desta vez ao derrotar Henri Kontinen e John Peers por dramáticos 7-5, 6-7(5) e 10-7 às 20h52 locais, quando a falta de luz natural já ameaçava tornar-se um sério problema para todos os intervenientes.

Na grande final, marcada para este domingo (só depois do espanhol medir forças com Gilles Simon pelo título individual), Andy Murray e Feliciano López vão ter pela frente o norte-americano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury, que deixaram pelo caminho os irmãos Bob e Mike Bryan em dois tie-breaks: 7-6(4) e 7-6(8).

Última atualização às 21h00.

Total
5
Shares
Total
5
Share