Halle: Federer soma mais uma vitória em dia de eliminação do campeão em título

Esta sexta-feira foi dia de se disputarem os quartos de final do Noventi Open e houve um pouco de tudo: desde vitórias equilibradas, surpresas e batalhas a, infelizmente, uma desistência em pleno encontro.

Começando pelo eneacampeão Roger Federer, o helvético começou muito forte o seu duelo com o espanhol Roberto Bautista Agut (20.º) e num ápice colocou-se com um set de vantagem no marcador. Contudo, Bautista Agut quebrou o serviço do suíço no início da segunda partida e soube gerir esse break para empatar a contenda. Na ‘negra’, a maior veterania de Federer foi fundamental para desequilibrar a seu favor o embate numa altura em que o seu oponente, agora com um registo de 0-9 contra o recordista de títulos do Grand Slam, servia para não ser afastado, acabando por levar a melhor com parciais de 6-3, 4-6 e 6-4.

Em busca de um inédito 10.º título na prova alemã, o número três mundial, que nas últimas 15 visitas a Halle foi sempre, pelo menos, semi-finalista, já sabe que o seu próximo obstáculo nesse trajeto será o francês Pierre Hugues-Herbert (43.º), que havia acabado de ganhar o primeiro parcial por 7-5 quando viu o campeão em título e carrasco de João Sousa, o croata Borna Coric (14.º), desistir a contas com a mesma lesão que já o tinha incomodado no encontro contra o português.

Na metade inferior do quadro, os semi-finalistas são os tenistas que, em termos teóricos, eram os underdogs à partida para os quartos de final: Matteo Berrettini (22.º ATP) e David Goffin (33.º). O italiano, campeão em Estugarda no passado domingo, deu a melhor sequência ao grande momento forma que atravessa ao impor-se perante o terceiro pré-designado, o russo Karen Khachanov (9.º do mundo), por 6-2 e 7-6(4).

Já Goffin, um antigo número sete do ranking e vice-campeão do Nitto ATP Finals 2017, saiu triunfal do encontro mais longo da jornada contra o segundo cabeça de série e 5.º ATP, Alexander Zverev. Num dos melhores embates da semana pelo equilíbrio e imprevisibilidade que apresentou, o jogador belga, semi-finalista do Millennium Estoril Open deste ano, conseguiu recuperar de uma desvantagem de um set a zero para triunfar com parciais de 3-6, 6-1 e 7-6(3).

Total
12
Shares
Total
12
Share