João Sousa abre a jornada de segunda-feira em Roland Garros

PARIS, FRANÇA — É já esta segunda-feira que João Sousa, o melhor tenista português de todos os tempos, vai a jogo pela oitava vez na carreira no quadro principal de singulares do torneio de Roland Garros.

Atual número 70 da hierarquia mundial masculina, o tenista luso de 30 anos de idade vai ter como adversário o bom amigo e até parceiro de pares Pablo Carreño Busta, que já foi top 10 mas atravessa uma fase menos positiva da carreira (é o 56.º).

O encontro — que marca o regresso à ação em torneios do Grand Slam depois do brilharete no Australian Open, onde foi semifinalista de pares e alcançou a terceira ronda de singulares — está marcado para as 11 horas de Paris (10 horas em Portugal Continental) no Court 5, sendo por isso logo um dos primeiros a abrir a jornada de segunda-feira, a segunda desta edição de Roland Garros.

Vice-campeões de pares do ATP Masters 1000 de Roma em 2018, Sousa e Carreño já estiveram frente a frente em três ocasiões e a vantagem pertence, pela margem mínima, ao número um nacional, que procura a quinta presença da carreira na segunda ronda do quadro principal na capital francesa (2013, 2015, 2016 e 2017).

Total
2
Shares
Total
2
Share