Madeira vai receber o próximo Campeonato Nacional Absoluto de Ténis

A próxima edição do Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto vai disputar-se na Ilha da Madeira. Esta é uma das duas novidades da prova, que para além da nova localização volta a a realizar-se no mês de setembro.

Depois de uma curta passagem pelo Clube de Ténis do Porto — que serviu de casa ao torneio no ano em que celebrou o 50.º aniversário —, a prova rainha do ténis nacional vai realizar-se na Quinta Magnólia, no Funchal, clube que dispõe de cinco campos de piso rápido ao ar livre.

O Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto 2019 está marcado para a semana de 14 a 21 de setembro, sendo esta uma das duas novidades, uma vez que nas duas últimas épocas (em 2017, na Beloura, e em 2018, no Porto) foi realizado durante o mês de novembro.

Se por um lado poderia abrir espaço no calendário aos jogadores que competem internacionalmente — em 2017 a opção resultou na vinda e consagração de João Sousa como campeão nacional absoluto pela primeira vez —, organizar o Campeonato Nacional Absoluto no mês de novembro era sinónimo de um maior risco em relação ao clima, bem como do encurtamento do período de transição entre temporadas ao nível internacional.

O prize-money total voltará a ser de 20.000 euros, distribuídos por quatro variantes:

  • 8.400€ para singulares masculinos
    5.600€ para singulares femininos
    3.600€ para pares masculinos
    2.400€ para pares femininos

Francisca Jorge e João Monteiro, ambos com dois troféus conquistados (em 2017, 2018 e 2016, 2018, respetivamente), são os campeões em título na variante de singulares.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."