Federer foi Federer e eliminou João Sousa no Masters de Roma

Fotografia: Fernando Correia/Millennium Estoril Open

Rápido, ágil, exímio. No regresso ao Foro Itálico três anos depois, Roger Federer fez o que quis na terra batida do campo Centrale para derrotar um João Sousa a bom nível e avançar para uma terceira ronda que será disputa ainda esta quinta-feira, devido à chuva que cancelou toda a jornada anterior.

Frente a frente com o suíço pela segunda vez, depois de um primeiro encontro em Halle 2014 no qual até venceu o set inaugural, o vimaranense entrou bem no encontro e não só foi o primeiro a conquistar break points (ao 2-1) como chegou a dispor de três consecutivos para recuperar a quebra de serviço de atraso. No segundo parcial, o cenário repetiu-se ao 3-4 e o português continuou a fazer uma boa exibição para procurar a vitória.

Mas Roger Federer esteve num dia sim e voltou a apresentar-se com uma agilidade e eficácia impressionantes — salvou os sete break points de que dispôs! E assim tudo ficou mais fácil para o número três do mundo, que em 80 minutos carimbou a vitória, por 6-4 e 6-3, para avançar à terceira eliminatória.

Se quiser chegar aos quartos de final, Roger Federer terá de voltar a vencer ainda esta quinta-feira, mas noutro court — o helvético tem encontro marcado com o vencedor do duelo com o croata Borna Coric no Grandstand, naquele que é o terceiro encontro das 13 horas no segundo maior estádio do Foro Itálico.

O frente a frente entre ambos é favorável ao mais credenciado dos dois, mas por pouco: Federer venceu três dos cinco encontros disputados, o último dos quais este ano, nas meias-finais do Dubai (por 6-2 e 6-2).

Última atualização às 12h56.

Total
7
Shares
Total
7
Share