Vasco Costa e o triunfo de João Domingues: “São três semanas motivadoras e penso que continuará a subir”

Fotografia: Margarida Moura/Federação Portuguesa de Ténis

BRAGA — Poucos minutos passavam do triunfo de João Domingues em plena final de singulares do Braga Open quando Vasco Costa, o Presidente da Federação Portuguesa de Ténis, chegou à sala de imprensa para comentar a segunda vitória de um tenista português em duas edições do único Challenger do Norte do país.

“É uma grande satisfação ter mais uma vez um jogador português a ganhar o Braga Open“, começou por reconhecer o responsável federativo. “No último mês, o João Domingues fez grandes resultados — como sabem alcançou a final do Challenger de Tunes, depois os quartos de final do Millennium Estoril Open e agora ganhou aqui o Braga Open. Para ele são três semanas bastante motivadoras e que lhe possibilitam chegar ao seu melhor ranking de sempre, 163.º do mundo, e penso que continuará a subir se mantiver este nível.”

Vasco Costa aproveitou ainda para reforçar “a importância que este tipo de torneios têm para os jogadores portugueses ganharem confiança”, razão pela qual diz estar “fortemente empenhado em continuar a fazer por organizar mais torneios Challenger em Portugal”.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."