Lisboa Belém Open. Top 60 Mannarino e três portugueses convidados pela organização

LISBOA — A terceira edição do Lisboa Belém Open começa já na próxima semana e o torneio foi apresentado esta quarta-feira. O evento, da categoria ATP Challenger Tour, realiza-se no CIF – Clube Internacional de Foot-Ball e distribui 46.600€ em prize-money, mais do que no ano passado. O campeão em título é Tommy Robredo, que voltará a estar presente.

De entre os cinco convites para o quadro principal, o primeiro a ser anunciado pela organização foi Adrian Mannarino. O jogador francês ocupa o 56.º lugar do ranking ATP (chegou a ser o 22.º em 2018) e na terça-feira derrotou João Sousa rumo à segunda ronda do Masters 1000 de Madrid.

Entre os tenistas convidados para a terceira edição do Lisboa Belém Open estão também os portugueses Gastão Elias, Frederico Silva Tiago Cação, ficando ainda por atribuir um wild card para o quadro principal e outro para a qualificação — que de acordo com o diretor do torneio, Manuel “Manecas” de Sousa, “serão atribuídos oportunamente até sexta-feira ou sábado”.

Para além do anúncio dos wild cards, foi comunicada outra boa notícia: João Domingues, que brilhou rumo aos quartos de final do Millennium Estoril Open há cerca de uma semana, entrou para a lista de cabeças de série (16.º), onde se junta a Pedro Sousa — ambos ficarão, por isso, isentos da primeira eliminatória.

Na lista de jogadores presentes no Challenger lisboeta destacam-se ainda Viktor Troicki, número 12 do mundo em 2011, detentor de três títulos ATP e, sobretudo, uma “saladeira” da Taça Davis, conquistada em 2010; o japonês Go Soeda — um dos jogadores com mais vitórias (372) e títulos (18) no circuito Challenger ATP; e o brasileiro Thomaz Bellucci, que já foi número 21 do mundo e disputou oito finais ATP (das quais venceu quatro).

Atualizado às 12h00.

Pedro Cunha
O ténis apareceu na minha vida como apenas mais um desporto mas rapidamente o cheiro das bolas e o pó cor de laranja da terra batida onde pratico tornaram a minha vida melhor. Desde o som das pancadas, ao simples abrir de uma lata nova de bolas, tudo neste desporto tem encanto.