Pedro Sousa: “Vou fazer os possíveis para estar no Lisboa Belém Open”

Pedro Sousa
Fotografia: Fernando Correia/Millennium Estoril Open

BRAGA – Depois de uma passagem frustrante pelo Millennium Estoril Open, onde se lesionou no tornozelo logo durante o primeiro jogo do encontro frente a Reilly Opelka, na eliminatória inaugural do quadro principal, Pedro Sousa teve de retirar o nome do Braga Open e agora espera voltar à competição no “seu” torneio.

Numa breve passagem pelo Clube de Ténis de Braga, para onde teve de viajar de forma a retirar o nome do torneio, o lisboeta lamentou não poder jogar “uma semana de que gostei muito no ano passado e em que felizmente ganhei o título”.

O número dois nacional, atual 105 do ranking ATP, deixou ainda garantias de que vai “fazer os possíveis para estar presente no Lisboa Belém Open”, torneio Challenger que é organizado pelo pai, Manecas de Sousa, no CIF – Club Internacional de Foot-Ball, e que se joga na próxima semana.

Esta quarta-feira, já em Lisboa, Pedro Sousa vai “experimentar treinar” para fazer uma breve análise ao estado do tornozelo. Também esta quarta-feira marcará presença na apresentação do único torneio Challenger organizado na região de Lisboa, na qual serão revelados, a partir das 11 horas, os nomes dos tenistas que vão receber wild cards.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."