Tiago Cação soma a primeira vitória da carreira em quadros principais de Challengers

Tiago-Cação
Fotografia: Margarida Moura/Federação Portuguesa de Ténis

BRAGA – Está encontrado o autor da primeira vitória portuguesa nos quadros principais da segunda edição do Braga Open. Tiago Cação levou a melhor num duelo de wild cards — e de portugueses — para alcançar o melhor resultado da ainda curta carreira neste circuito.

Depois de uma semana de treinos no Millennium Estoril Open, onde integrou o grupo de sparring partners oficiais do torneio, o penichense levou a melhor num duelo entre parceiros de treino frente a Francisco Cabral, por 6-2 e 6-2.

Esta foi a quarta vez em que Tiago Cação e Francisco Cabral — ambos convidados pela organização — estiveram frente a frente e, tal como nas últimas duas, foi o mais cotado dos dois quem levou a melhor.

No primeiro set, Cação fez dois breaks nos dois primeiros jogos de resposta para ganhar o “embalo” necessário, enquanto no segundo as quebras aconteceram ao segundo e ao sétimo jogos.

Somada que está a primeira vitória da carreira em quadros principais — de singulares ou pares — de torneios Challenger, Tiago Cação aponta ao encontro com Jurgen Zopp. O tenista estónio é o quinto pré-designado, já ocupou o 71.º posto do ranking ATP em 2012 e tem 3 títulos no escalão secundário do circuito masculino, um dos quais conquistado sobre o pó de tijolo.

Atualizado às 17h16.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."