Neuza Silva aposta na estreante Ana Filipa Santos para inaugurar o segundo dia de Fed Cup

Menos de 24 horas depois de ter falhado por pouco a vitória no primeiro dia de Fed Cup, a seleção portuguesa vai voltar à ação para defrontar a equipa da casa — o Luxemburgo — no segundo de três embates da Pool B do Grupo II da Zona Europa/África.

E foi de olhos postos na vitória que Neuza Silva se decidiu pela segunda estreia em dois dias: depois de chamar Maria Inês Fonte (que em 2018 não tinha chegado a entrar em ação) na jornada de quarta-feira, esta quinta-feira a capitã portuguesa optou por Ana Filipa Santos.

A jogadora de 22 anos vai abrir o confronto desta quinta-feira contra a segunda melhor jogadora da equipa da casa, Eleonora Molinaro (438.º), que apesar da tenra idade (nasceu no ano de 2000) já joga a Fed Cup desde 2015, sendo aliás a mais nova de sempre a representar o país — fê-lo pela primeira vez aos 14 anos e 153 dias. O registo na prova? 12 vitórias, 10 derrotas.

Depois, segue-se o duelo entre Francisca Jorge (648.ª) e Mandy Minella (99.ª da tabela) e a fechar a jornada o encontro de pares, em que a vimaranense deverá voltar a jogar ao lado de Maria Inês Fonte. Mandy Minella e Eleonora Molinaro são, para já, as escolhas da equipa luxemburguesa.

🔶 FED CUP 2019 – GRUPO II ZONA EUROPA/ÁFRICA 🔶O primeiro dia da eliminatória do Grupo II da zona Europa/África da Fed…

Publicado por Federação Portuguesa de Ténis em Quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."