Francisca Jorge e Maria Inês Fonte cedem no tira-teimas e Portugal entra a perder na Fed Cup

Depois de dois encontros em que Portugal e Israel repartiram os pontos, primeiramente com a derrota de Maria Inês Fonte e, de seguida, a dar o empate à equipa portuguesa, com a vitória de Francisca Jorge, foi no par que se encontrou a equipa vencedora deste importante embate da primeira jornada da Pool B do Grupo II da Fed Cup.

As mais jovens jogadoras do quarteto português foram chamadas ao court pela segunda vez nesta quarta-feira, não conseguindo completar a cambalhota no marcador no Luxemburgo.

Frente a frente contra as respetivas adversárias dos singulares, a dupla constituída por Lina Glushko e Maya Tahan, as comandadas de Neuza Silva foram derrotadas pelos parciais de 3-6, 6-4 e 6-2.

No primeiro set Maria Inês Fonte e Francisca Jorge dominaram o parcial, não cedendo por uma única ocasião o serviço e conseguindo um break que acabaria por ser o diferenciador para se adiantarem. O segundo parcial trouxe os primeiros breaks para as tenistas israelitas, que com dois break points convertidos e um sofrido acabariam por levar o encontro à negra.

Por fim, no parcial que desempatou a eliminatória, depois de se adiantarem a 2-1 com uma quebra de serviço de vantagem, a dupla portuguesa não conseguiu mais colocar o nome no marcador e acabou mesmo por ser ultrapassada de forma clara, não mais voltando à luta pela vitória.

Terminado o primeiro dia de competição, Portugal não consegue uma muito importante primeira vitória, comprometendo a possibilidade de garantir a manutenção de forma direta. Esta quinta-feira será dia de enfrentar a seleção da casa, que superou a África do Sul por 2-1.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.