Masters Veteranos Peugeot: Já há jogadores na reta da meta

Paulo Travassos
Fotografia: Fernando Correia/FPT

Dia cheio no Complexo Desportivo do Jamor: com as duas últimas “voltas” da fase de grupos por disputar, foram agendados 52 encontros. O quadro de finalistas só será totalmente preenchido mais logo, mas os primeiros encontros do dia já deixaram alguns jogadores na reta da meta.

Paulo Travassos, que há um ano saiu do Jamor com o título no escalão de +50, é um dos apurados. Agora a jogar no escalão de +55, o jogador do Clube de Ténis do Estoril já tinha derrotado José Alberto Pereira por 6-3 e 6-1 na jornada de sexta-feira e este sábado começou o dia a vencer Jorge Félix, parciais de 6-2 e 6-2, para garantir um lugar na final.

Na final, o número um nacional já sabe que vai defrontar Jorge Almeida, que se qualificou ao vencer José Alberto Pereira por 6-3 e 6-3.

No escalão de +60 a final masculina também já está decidida: Vítor Pereira tinha contado com a desistência de Francisco Carrilho e já este sábado derrotou João Parreira (6-2 e 6-1) para marcar encontro com Luís Azevedo, que tinha passado por João Parreira num encontro muito equilibrado [6-3, 0-6 e 11-9] e depois também contou com a desistência de Francisco Carrilho.

Em +65, Rui Marques não deu hipóteses nos seus dois encontros (6-1 e 6-1 a Vinhas de Sousa e 6-2 e 6-2 a Mário Aleixo Santos) e fica agora à espera do derradeiro adversário.

Nas senhoras, já há três finais definidas: em +40 Magda Leal venceu Cláudia Pelixo (6-0 e 6-1) e Sandra Valente (6-2 e 6-0) e vai medir forças com Isaura Faria (bateu Sandra Valente por 6-4 e 6-4 e Cláudia Pelixo por 6-0 e 6-0).

Em +45, Susana Marques levou a melhor sobre Paula Martins (6-1 e 6-0) e Maria Alice Marques (6-4 e 6-2). A sua derradeira adversária será Célia Sá, que se impôs perante Maria Alice Marquês (6-0 e 6-2) e Paula Martins (6-0 e 6-2).

Também no escalão de +50 já é conhecida o elenco da final: Deolinda Duarte venceu Paula Falcão (6-2 e 6-3) e contou com a desistência de Maria Conceição Vinhas para chegar à decisão, onde terá a companhia de Isabel Pinto (que superou Maria Conceição Vinhas por 3-6, 6-2 e 10-3 e Paula Falcão por 6-3 e 6-2).

As restantes finalistas já apuradas são dos escalões de +35 (Silke Buss, que venceu por Manuela Borges por 6-1, 4-6 e 10-2 e Raquel Sousa Salgueiro por 6-3 e 6-3), +55 (Elisabetta Bortone, que superou Ann Fernandes por 6-4, 3-6 e 10-6) e +60 (onde Isabel Cunha Eça se impôs nos duelos com Margarida Araújo, por 6-1 e 6-2, e Maria José Inácio, por 6-0 e 6-2).

Para a tarde deste sábado estão agendados os restantes encontros da fase de grupos — e que definirão os restantes finalistas do Masters Veteranos Peugeot, que a Federação Portuguesa de Ténis organiza pelo segundo ano consecutivo.

Os quadros do Masters Veteranos Peugeot podem ser consultados na página da competição no Tietennis, parceiro tecnológico do RAQUETC. No final da jornada faremos novo ponto de situação dando conta de todos os jogadores apurados para as finais.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."