Federer volta a não perder tempo e adianta a Suíça antes do encontro com Serena

Roger Federer
Fotografia: Hopman Cup

Não poderia ter corrido melhor a entrada de Roger Federer no novo ano. Depois de entrar de forma perfeita na nova época, o tenista suíço regressou esta terça-feira aos courts para disputar o seu primeiro encontro em 2019 e voltou a vencer tranquilamente para dar à Suíça o primeiro ponto num dia de luxo: mais logo, o helvético mede forças com Serena Williams pela primeira vez na história.

Tal como contra Cameron Norrie na eliminatória anterior, também esta terça-feira não houve muita história: Roger Federer foi simplesmente melhor e não deu hipóteses ao vice-campeão do Millennium Estoril Open, Frances Tiafoe, que se no primeiro set ainda conseguiu oferecer alguma resistência no segundo não conseguiu evitar que o número 3 mundial fugisse no marcador: 6-4 e 6-1 foram os parciais do triunfo quando o relógio do court apontava apenas 58 minutos.

Com este resultado, a Suíça ganha vantagem sobre os Estados Unidos da América, pelo que Belinda Bencic passa a ter na raquete a possibilidade de resolver a eliminatória já no próximo encontro, frente a Serena Williams.

No entanto, e independentemente do que aconteça no singular, o encontro mais aguardado do dia será o de pares mistos — aquele que, pela primeira vez na história, colocará as lendas vivas Roger Federer e Serena Williams frente a frente.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."