Francisca Jorge volta a vencer e chega à primeira final de singulares em torneios ITF

Um torneio, duas finais. A estadia em Lousada não podia estar a correr melhor a Francisca Jorge (684.ª), que este sábado se qualificou para a primeira final de singulares da carreira em torneios do circuito ITF.

Num palco de muito boas memórias — foi neste mesmo clube, mas nos courts de terra batida, que conquistou os três títulos de campeã nacional de júniores –, a vimaranense de 18 anos (que é a primeira cabeça de série) voltou a vencer, desta feita graças aos parciais de 7-6(2), 3-6 e 6-3 frente à alemã Katharina Hering (901.ª).

A vitória no encontro das meias-finais foi conseguida quando já estavam decorridas 2h23 de encontro e garante a Francisca Jorge a primeira presença em finais individuais. A adversária sairá do duelo entre a qualifier francesa Aubane Droguet e a alemã Carmen Schultheiss, oitava candidata ao título.

Mas há mais: na jornada de sexta-feira, a campeã nacional absoluta já tinha selado o apuramento para a decisão de pares, pelo que ainda hoje terá a possibilidade de lutar por um título no Lousada Ténis Atlântico, ao lado de Maileen Nuudi.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."