João Sousa não passa da estreia em São Petersburgo

Foi curta a passagem de João Sousa pela edição de 2018 do ATP 250 de São Petersburgo, após o melhor tenista português de todos os tempos ter caído logo ao encontro de estreia na tarde desta terça-feira.

Vice-campeão da prova em 2015, o jogador vimaranense de 29 anos de idade, que esta semana surge no 49.º lugar do ranking individual, não conseguiu encontrar armas para travar o ímpeto do russo Daniil Medvedev, oitavo cabeça de série e número 35 mundial.

Se no Clube de Ténis do Estoril foi Sousa quem triunfou na primeira ronda rumo a uma das melhores (senão mesmo a melhor) semanas da carreira, em São Petersburgo o factor casa voltou a desempenhar um papel preponderante e, embalado pelos seus compatriotas e pelo facto de estar a jogar no “seu” ambiente, Medvedev esteve num verdadeiro estado de graça.

Como se não bastasse, um João Sousa pouco acutilante no capítulo do serviço e da resposta ao do seu oponente constituiu presa fácil para o russo, que precisou de apenas uma hora e sete minutos para vencer pelos parciais de 6-4 e 6-1.

Com este desaire precoce, o pupilo de Frederico Marques diz adeus a um dos torneios de que melhores recordações guarda sem pontos para a hierarquia mundial e parte agora para a China, onde na próxima semana disputa o quadro principal do ATP 250 de Chengdu.

Avatar
Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.