Vídeo: o ponto que permitiu a João Sousa fazer história como nunca no US Open

Três encontros, três vitórias. São estes números que fazem da campanha de João Sousa no US Open a melhor de sempre de um tenista português num torneio do Grand Slam.

O feito foi conseguido este sábado, com o vimaranense a surpreender o francês Lucas Pouille, 17.º cabeça de série, para chegar mais longe do que nunca num dos quatro torneios mais importantes do planeta. Este foi o ponto decisivo:

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."