Rafael Nadal e o encontro frente a Bolelli: “Ele batia todas as bolas com muita força e praticamente não tive uma para atacar”

Fotografia: FFT

Desde 2015, ano em que Rafael Nadal sofreu a última derrota em Roland Garros, que o tenista espanhol não sentia tantas dificuldades para seguir em frente em Paris. O número um mundial esteve muito perto de ceder um set, mas conseguiu sobreviver invicto ao encontro de estreia frente a Simone Bolelli.

No final da partida contra o italiano, Nadal falou ao Eurosport, descrevendo o encontro como muito complicando, dando mérito ao adversário pela sua exibição.

“Foi muito complicado pois ele batia todas as bolas com muita força e praticamente não tive uma bola para atacar. Tive que sofrer, aguentar e foi o que fiz. Uma boa atitude, lutar por cada ponto e no final tive sorte em salvar este set que estava complicado”, admitiu, falando de seguida da desvantagem (no terceiro set) com que entrou em court esta terça-feira.

“Tinha um break a baixo no terceiro, mas sabia que não era decisivo pois estamos em terra e eu normalmente consigo fazer breaks. Consegui fazê-lo logo de entrada, mas rapidamente o set se voltou a complicar. Tinha claro a tática necessária, mas era difícil colocá-la em prática contra alguém que ia a todas as bolas. Faltou-me um pouco mais controlar o ponto”, finalizou o maiorquino que terá como próximo adversário, Guido Pella (78.º).

Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share