Roland Garros: derradeiro teste de Gonçalo Oliveira é frente a um ex-top 20

Gonçalo Oliveira B2

Depois de averbada mais uma vitória (a segunda consecutiva) esta quarta-feira, em Paris, Gonçalo Oliveira (221.º) já sabe quem o separa de uma inédita presença no quadro principal de um torneio do Grand Slam, neste caso Roland Garros.

Bernard Tomic, antigo 17.º classificado do ranking mundial e atualmente “afundado” no 208.º posto dessa mesma hierarquia, derrotou facilmente esta tarde o britânico Jay Clarke (225.º), por 6-3 e 6-1, para dar assim seguimento ao triunfo obtido na eliminatória inaugural do qualifying às custas de Darian King, dos Barbados e 167.º ATP, com os parciais de 7-6(4) e 6-0.

O duelo entre o jovem portuense, que se estreou a vencer em provas Major precisamente no maior torneio de ténis do mundo realizado sobre terra batida, e a antiga promessa australiana que detém três títulos ATP na sua carreira está marcado para sexta-feira, em horário e court ainda por designar.

A jornada de hoje do torneio parisiense ficou ainda marcada pela eliminação de Pedro Sousa, isto naturalmente no que concerne aos tenistas portugueses. João Sousa é, até ao momento, o único luso presente no quadro principal, cujo sorteio decorrerá esta quinta-feira.

Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share