Mestre: Frederico Silva não aproveita vantagem e cai na primeira ronda

Frederico--Silva 2018

Frederico Silva (311.º) despediu-se esta quarta-feira de forma precoce do Challenger de Mestre, sendo derrotado logo na primeira ronda do torneio italiano, num encontro em que esteve muito perto da vitória.

Ainda sem bater qualquer esquerda, optando sempre pelo slice ou então por fugir à mesma, o tenista das Caldas da Rainha não conseguiu ultrapassar essa limitação e acabou derrotado pelo checo Vaclav Safranek (259.º) por 2-6, 6-2 e 7-6(5).

A jogar pela segunda semana a este nível na presente temporada, Frederico Silva iniciou o encontro de forma autoritária, a subir muitas vezes à rede de forma a encurtar os pontos.

No segundo parcial o adversário de 24 anos começou a aperceber-se da maior limitação do português e foi mesmo ele a fazer mais investidas à rede, fazendo quase sempre o approach para o lado direito (o tenista luso é canhoto) de forma a terminar os pontos com o vólei ou com o smash.

Com tudo empatado, Frederico Silva conseguiu reagir, entrando muito bem no set, o que lhe permitiu liderar 5-2. Essa vantagem acabaria por não ser aproveitada e o jogador luso viria a perder o encontro ao 13.º jogo do terceiro parcial.

Afastado do quadro principal, o torneio italiano conta agora apenas com João Monteiro em prova no que toca às esperanças lusas, ele que somou esta quarta-feira a primeira vitória da carreira em quadros principais de torneios Challenger.

Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share