Rita Pinto desperdiça 5 match points e acaba eliminada em Oeiras

OEIRAS – Terminou com uma derrota o primeiro encontro de uma tenista portuguesa no quadro principal de singulares do Women Oeiras Magnesium Ok. Rita Pinto teve cinco match points mas acabou por não conseguir seguir em frente, despedindo-se do ITF de 15.000 dólares do CETO – Clube Escola de Ténis de Oeiras na primeira eliminatória.

Convidada pela organização para o quadro principal do torneio, a tenista lisboeta de 17 anos entrou muito bem no duelo frente a Valeria Bhunu, do Zimbabué e seis anos mais velha (que em 2016 chegou a ser a número 497 do mundo). De tal forma que, quando estavam corridos apenas 40 minutos de jogo, tudo indicava que o triunfo estava prestes a chegar.

Mas a partir do momento em que chegou ao 6-2, 3-0 Pinto não conseguiu manter o mesmo nível e em sentido inverso Bhunu começou a ‘soltar’ as suas pancadas. A vantagem era grande ao ponto de, mesmo assim, a portuguesa ter conseguido dispôr de cinco match points, mas não conseguiu concretizar nenhum e, pouco depois, acabou por ser a atleta do Zimbabué a seguir em frente, quando já estavam decorridas 2h30 de encontro e pelos parciais de 2-6, 7-6(6) e 6-2.

Ainda esta terça-feira, Maria Inês Fonte e Inês Teixeira protagonizam o primeiro duelo 100% nacional do Women Oeiras Magnesium Ok, partida essa que também contará com transmissão em direto no Facebook do Raquetc. Para além delas, muitos outros encontros contarão com jogadoras portuguesas em ação — mas dizem todos respeito ao quadro de pares.

[fbvideo link=”https://www.facebook.com/raquetc/videos/1707282866035085/” width=”700″ height=”460″ onlyvideo=”1″]
Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share