Rafael Nadal afasta estrela da casa e está nas meias-finais do Masters de Roma

Foi preciso sofrer, mas Rafael Nadal confirmou mesmo o favoritismo no encontro frente a Fabio Fognini e apurou-se para as meias-finais do Masters de Roma pela 10.ª vez na carreira, após uma exibição de trás para a frente no que toca ao marcador.

O tenista espanhol, que no ano passado havia ficado pelos quartos de final, procurava atingir na capital italiana um resultado que não conseguia desde 2014, naquele que é o Masters de terra batida onde o espanhol se dá pior, contabilizando ‘apenas’ sete títulos em 13 participações.

Do outro lado da rede estava um dos poucos tenistas que podiam dar muitos problemas ao agora número dois mundial e que procurava tornar-se no quarto jogador a bater Rafael Nadal em terra batida por três ocasiões (Djokovic, Thiem e Gaudio), a grande esperança da casa, Fabio Fognini.

Frente a frente pela 14.ª vez na carreira, o espanhol somou o 11.º triunfo frente ao número 21 mundial, superiorizando-se pelos parciais de 4-6, 6-1 e 6-2 e dando assim mais um passo rumo à recuperação do posto cimeiro da hierarquia mundial.

Quanto à partida até foi Nadal a começar melhor, adiantando-se com um break conseguido logo ao 4.º jogo do primeiro set. Confirmada essa quebra no jogo seguinte, e com o resultado a registar 4-1 a favor do maiorquino, foi Fognini a tomar as rédeas do parcial a partir daí, ao vencer cinco jogos de forma consecutiva para ficar com o primeiro set.

De seguida o jogou mudou completamente e foi mesmo o campeão de sete edições no torneio italiano a reagir, dominando o encontro até ao fim para carimbar o apuramento para o top 4 do último Masters da temporada disputado em terra batida.

Concluída mais uma jornada com sucesso, resta agora a Nadal aguardar pelo embate entre Novak Djokovic e Kei Nishikori para conhecer o seu adversário na luta por um lugar na final.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.