Há uma primeira vez para tudo. E a de Kevin Anderson foi em Madrid

Kevin-Anderson-Madrid

Depois de uma passagem discreta pela 4.ª edição do Millennium Estoril Open, onde caiu às mãos de Stefanos Tsitsipas logo no encontro de estreia naquele que foi o seu primeiro embate do ano em terra batida, Kevin Anderson (8.º) alcançou esta sexta-feira em Madrid um feito que há muito perseguia: qualificar-se para as meias-finais de um torneio Masters.

O triunfo do tenista sul-africano de 31 anos na jornada de hoje foi conseguido às custas do qualifier sérvio Dusan Lajovic (95.º), que ontem havia deixado por terra Juan Martín del Potro, através dos equilibrados parciais de 7-6(3), 3-6 e 6-3 em duas horas e 12 minutos.

Com esta vitória, Kevin Anderson consegue finalmente o apuramento para o top 4 de um evento desta categoria pela primeira vez na carreira, colocando assim termo a uma série de 10 tentativas falhadas.

Independentemente de quem defrontar nas meias-finais, o campeão de 4 torneios do ATP World Tour (todos em piso duro) sabe que o espera mais um duro teste. É que do outro lado da rede estará o vencedor do confronto entre o espanhol Rafael Nadal, que dispensa apresentações, e o austríaco Dominic Thiem.

É certo que por todas as razões e mais algumas Kevin Anderson terá preferência por defrontar Thiem, até porque o austríaco nunca derrotou o sul-africano (6-0). Mas é preciso ressalvar que todos os embates foram em piso duro e o número 7 mundial é um dos um dos melhores tenistas do mundo a jogar nesta superfície do torneio madrileno.

Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share