Inês Murta e Maria Inês Fonte falham acesso ao quadro principal em Óbidos

Inês-Murta-1

Chegou esta terça-feira ao fim a fase de qualificação do 2.º Óbidos Ladies Open e sem boas notícias para as tenistas portuguesas. Depois da eliminação de Francisca Jorge no dia de ontem, hoje foi a vez de Inês Murta e Maria Inês Fonte saírem de cena da prova individual.

Ambas as tenistas partiram para os respetivos embates desprovidas do estatuto de favoritas, pelo que a eliminação de ambas acaba por confirmar um cenário que de certa forma já se antevia.

Enquanto Maria Inês Fonte, de apenas 16 anos e uma das grandes esperanças do ténis feminino português para o futuro, foi derrotada pela belga Greet Minnen (710.ª) por 6-2 e 6-0, em 59 minutos, Inês Murta (607.ª) revelou-se mais resistente no seu compromisso, mas ainda assim também acabou derrotada, por 6-3 e 6-3, frente a Pei-Chi Lee (444.ª).

Cláudia Cianci cede ante ex-top 100 mundial

Cláudia Cianci foi a primeira jogadora lusa a entrar em ação no quadro principal da prova de 25 mil dólares em prémios monetários, mas viu o seu percurso interrompido logo no encontro de estreia.

Ainda assim, a tenista portuguesa de 21 anos, que recebeu um wild card, fez o que pôde para contrariar o poderio da espanhola Estrella Cabeza-Candela (350.ª), uma antiga 95.ª classificada da hierarquia, estando em court uma hora e 18 minutos num encontro que terminou com os parciais de 6-3 e 6-3.

Maria João Koehler e Rita Pinto com testes complicados 

O sorteio do quadro individual ditou que Maria João Koehler (727.ª) vai medir forças com a espanhola Olga Saez Larra (259.ª), quinta cabeça de série, ao passo que Rita Pinto tem como oponente a alemã Vivian Heisen (346.ª).

quadro principal óbidos 2
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade. Contacto: joaocorreia@raquetc.com