Armada australiana reduzida a apenas dois representantes após duas rondas

Nick Kyrgios
Fotografia: Luke Hemer/Tennis Australia

Pela primeira vez desde o ano de 2014, o Australian Open ficou reduzido a apenas dois representantes na variante de singulares após o quarto dia de competição. E o número podia, inclusive, ser mais pequeno, tendo em conta que a única jogadora local a entrar em campo esta quinta-feira esteve a perder por um set

Ashleigh Barty foi protagonista de uma grande reviravolta em plena Rod Laver Arena, ao ultrapassar a italiana Camila Giorgi por 5-7, 6-4 e 6-1 num encontro em que o nível da número 71 mundial baixou consideravelmente no último set. Assim, a recém finalista em Sydney “sobreviveu” e avançou para a terceira ronda, juntando-se a Nick Kyrgios (que batera Viktor Troicki em três sets na quarta-feira).

Desta forma, a comitiva australiana chega à terceira ronda do “seu” torneio do Grand Slam com dois jogadores ainda em prova nos quadros de singulares, um número que deixa a desejar a uma potência como esta e que se traduz no pior registo desde 2014, quando só Sam Stosur e Casey Dellacqua chegaram à mesma fase.

Para se manter em ação, Nick Kyrgios terá de derrotar o seu ídolo Jo-Wilfried Tsonga na madrugada desta sexta-feira. Ashleigh Barty, por sua vez, só voltará ao campo na jornada de sábado e para defrontar a japonesa Naomi Osaka.

Total
1
Shares
Total
1
Share