Regresso a Melbourne não passou de um pró-forma para Caroline Wozniacki

Caroline Wozniacki

Correu bem, muito bem, o regresso a Melbourne por parte de Caroline Wozniacki. A dinamarquesa parece empenhada em regressar aos bons resultados em Melbourne e entrou no torneio da mesma forma que se despediu de 2017 e disse olá a 2018: com uma exibição convincente.

De regresso ao segundo lugar do ranking pela primeira vez desde 2012, a dinamarquesa de 27 anos repetiu o triunfo do US Open sobre Mihaela Buzarnescu, agora por 6-2 e 6-3, para entrar a ganhar no primeiro Grand Slam do ano.

E foi um mero pró-forma aquele que a viu regressar em Melbourne: o encontro, que ficou decidido em 1h11, viu Wozniacki cometer, à imagem do que é habitual no seu jogo, muito poucos erros não forçados e apelar à paciência de Buzarnescu. A romena, por sua vez, acusou o cansaço — foi finalista em Hobart esta semana — e não conseguiu ter a inspiração necessária para causar dificuldades à ex-número 1 mundial.

Assim, a campeã do WTA Finals é uma das primeiras entre as grandes favoritas a avançar para a segunda ronda. O dia não lhe podia, aliás, estar a correr melhor: pelo caminho, ficaram já jogadoras como Venus Williams e Coco Vandeweghe, duas das semi-finalistas de 2017, e Sloane Stephens, que faziam parte da sua metade do quadro, que pode ser consultado aqui.

Total
1
Shares
Total
1
Share