“Deixei-me destruir por alguém e não pensei que fosse possível”, considera Bartoli

Marion Bartoli 34
Marion Bartoli está a poucos meses de regressar à competição

Em entrevista ao jornal francês L’Equipe, e durante a sua preparação para o regresso ao circuito WTA, Marion Bartoli revelou os seus piores momentos depois da histórica conquista de Wimbledon em 2013.

A francesa, que irá voltar aos courts brevemente, deseja “demonstrar que está viva” depois dos graves problemas de saúde que a afetaram nos últimos anos e colocaram a sua vida em risco durante o ano de 2016.

Logo depois de terminar a carreira e de se considerar a pessoa “mais feliz do mundo”, Bartoli confessa que também sofreu muito com uma relação amorosa. “Ele dizia-me coisas como que estava gorda. Todos os dias víamos uma rapariga magra na rua e ele dizia o quão bonita era essa rapariga. Não me ajudava, pelo contrário apenas me dececionava”. A relação chegou ao ponto de a tenista considerar que “me deixei destruir por alguém e nunca pensei que isso fosse possível”.

Felizmente, a francesa conseguiu “levantar-se e encontrar a alegria de viver dia a dia”. Depois de perder peso a mais, a ex-campeã de Wimbledon já realizou com sucesso todos os exames médicos para regressar. No entanto, “se vir que o meu regresso ao ténis danifica a minha saúde, pararei”, concluiu Marion Bartoli.

Total
2
Shares
Total
2
Share