Campeã Johanna Konta perdeu à primeira em Sydney mas parte para Melbourne muito otimista

Johanna Konta
Em 2016, na estreia no quadro principal, Johanna Konta inscreveu o nome nas meias-finais do Australian Open

Não passou de um susto: menos de uma semana depois de ter desistido de Brisbane com problemas físicos. Johanna Konta regressou esta terça-feira aos courts. E, apesar da derrota, a número 9 mundial mostra-se contente e até surpreendida com a evolução e parte para o Australian Open muito otimista.

Felizmente para o ténis britânico, tudo não parece ter passado de um susto. “Senti que recuperei muito mais rapidamente do que esperava, o que é extremamente positivo”, disse a jogadora de 26 anos à BBC Sport depois do regresso ao torneio de Sydney.

É essa a razão que faz de Konta uma mulher feliz mesmo depois de ter perdido por 6-3 e 7-5 para Agnieszka Radwanska, num encontro de primeira ronda que foi uma repetição da final ganha no ano passado pela melhor jogadora de terras de sua Majestade.

E vai mais longe: “Acho que estou onde tenho de estar vindo do final do último ano. Estou feliz com os diferentes estilos de jogadoras que enfrentei e por isso sinto-me bem a ir para Melbourne — tão bem quanto seria possível”.

No Australian Open, Johanna Konta vai tentar igualar ou até melhorar a campanha de 2016, quando, na estreia no quadro principal, atingiu as meias-finais. Já em 2017, ficou um passo atrás: caiu perante a futura campeã, Serena Williams, depois de vencer Caroline Wozniacki e Ekaterina Makarova.

Total
2
Shares
Total
2
Share