Monfils “feliz” com o título mas admite que “não esperava” vencer logo no início

Gael Monfils Doha
Fotografia: Paul Zimmer/QTF

Gael Monfils quebrou a maldição que pairava sobre si no torneio de Doha, no Qatar, ao arrecadar na tarde deste sábado o título de campeão da prova, depois de ter ficado com um amargo de boca nas três outras finais que disputara no evento qatari.

“Estou muito feliz. É um torneio que me diz bastante, gosto muito de jogar aqui. Finalmente consegui sagrar-me campeão e, por isso, estou muito feliz e muito orgulhoso”, assinalou o experiente tenista francês de 31 anos, no final de um encontro de sentido único frente a Andrey Rublev (6-2 e 6-3, em 60 minutos).

O troféu conquistado em Doha tem um sabor ainda mais especial se tivermos em conta que Monfils não competia desde o US Open, em setembro, devido a problemas no joelho direito. “Esperava por este momento para regressar em forma. Em 2016, joguei perto do meu melhor nível e tive um ano muito bom, terminando a época no 6.º lugar do ranking. Mas 2017 não correu muito bem”, observou.

A chave para a boa campanha realizada esta semana passa pelo período de descanso que o francês teve nestes últimos meses, como de resto o próprio fez questão de referir. “Tive um longo descanso e regressei forte em 2018, que era um dos objetivos. Não diria que estava à espera de vencer o primeiro torneio, mas estou muito feliz por ter conseguido”, frisou.

Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share