Serena Williams rejeitou wild card para o torneio de Sydney

Serena Williams

Três meses depois, as conversações entre a organização do Sydney International e Serena Williams terminaram com um sabor amargo para a “equipa da casa”. Conforme revela o Sydney Morning Herald, a norte-americana terá recusado um wild card para disputar aquele que é o último torneio de preparação para o Australian Open.

A decisão da ex-número 1 mundial foi dada a conhecer pelo próprio diretor do torneio, Lawrence Robertson. “Ela tomou a decisão de focar-se totalmente na defesa do título no Australian Open e temos de a respeitar”, afirmou, revelando que apesar de ser improvável conseguir atrair a mais nova das irmãs Williams “mantivemos sempre a esperança”.

Mas nem tudo são más notícias para Sydney: o torneio acabou por beneficiar de uma entrada azarada de Garbiñe Muguruza em 2018 e viu, assim, a tenista espanhola aceitar um convite para jogar o quadro principal, que começa já no dia 7 de janeiro (domingo). Para além da número 2 mundial, também Venus Williams participará no evento, onde já não joga desde 1999.

“Falo com ela e com a sua equipa todos os dias e ela quer desesperadamente estar aqui. E eu acredito que vai estar. Deixou bem claro que este é o seu torneio favorito e que vai fazer tudo o que for possível para o jogar. Tendo em conta as comunicações, estou muito confiante de que ela quer estar aqui — e quando a Serena quer alguma coisa, normalmente consegue-o”, afirmou, citado pelo news.com.au.
Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share