Apesar da vitória, Sharapova afirma: “Não joguei o meu melhor ténis”

Maria Sharapova 589
Maria Sharapova está com oito triunfos seguidos em território chinês

Ainda que não totalmente satisfeita com o nível exibido em court, esta quinta-feira, durante o embate dos quartos de final com Zarina Diyas (66.ª), em Shenzhen, Maria Sharapova (59.ª) congratulou-se com o facto de continuar em prova, mas reconheceu que “há muitos aspetos a melhorar”.

“Estou feliz por ter saído vitoriosa do encontro. Eu não joguei o meu melhor ténis e, por isso, há certamente muitos aspetos a melhorar para o próximo. Mas o mais importante é que amanhã tenho mais oportunidade para competir”, salientou a ex-número 1 mundial, que eliminou a cazaque com 6-3 e 6-3, em declarações feitas ainda no retângulo de jogo.

Tendo em consideração a campanha de Sharapova no torneio de Tianjin, na reta final de 2017, neste momento o registo da tenista russa em solo chinês é de oito triunfos consecutivos. “Sinto que estou a fazer uma pequena digressão pela China. É a quarta cidade chinesa que visito no espaço de alguns meses. Fui muito bem recebida aqui. É um torneio que já ando para jogar há vários anos e estou feliz por fazê-lo este ano”, comentou.

Nas meias-finais, Sharapova vai encontrar quem emergir do duelo checo Kristyna Pliskova, responsável pelo afastamento de Jelena Ostapenko na primeira ronda, e Katerina Siniakova. A outra meia-final coloca frente a frente as romenas Simona Halep e Irina-Camelia Begu.

Total
1
Shares
Total
1
Share