Nicolas Kicker volta a colocar um travão em Gastão Elias

A prestação de Gastão Elias (126.º) no Challenger de Lima foi interrompida na madrugada deste sábado por uma cara já bem conhecida do número três nacional, o argentino Nicolas Kicker (86.º).

A jogarem pela segunda vez em três semanas, depois do tenista argentino já ter sido responsável pela eliminação de Elias em Buenos Aires, o resultado voltou a repetir-se, com o tenista natural da Lourinhã a sair derrotado do court com os parciais de 7-5 e 6-1, num encontro em que chegou a servir para o fecho do primeiro parcial e que terminou para lá da 03h00 de Portugal Continental.

Campeão da prova em 2015, Elias fica assim impedido de lutar por um segundo título em solo peruano, seguindo agora para outro local onde também já foi muito feliz, Guayaquil, cidade onde também venceu em 2016.

No entanto, há outro português que pode ser feliz em Lima, falamos de Gonçalo Oliveira. O número um português de pares vai disputar às 18h o título da variante ao lado do polaco Grzegorz Panfil. A dupla tem pela frente o mexicano Miguel Angel e o esloveno Blaz Rola.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.