Marat Safin: “Perdi o interesse pelo ténis. Jogam todos o mesmo”

Fotografia: Tennis Smash

Afastado dos courts de ténis desde 2009, altura em que decidiu pendurar as raquetes, Marat Safin tem dedicado os últimos anos da sua vida aos seus negócios, tendo passado mesmo pela política.

Apesar dos seus maiores sucessos terem sido dentro de um court de ténis, o antigo número um mundial afirma que hoje em dia não tem interesse pela modalidade.

“Atualmente nem acompanho muito ténis e não vejo na televisão. Perdi o interesse. Jogam todos o mesmo. Não temos muitas personalidades como o Federer e o Nadal”, disse o antigo tenista russo em entrevista à Tennis Smash, afirmando ainda não querer estar ligado de forma alguma à modalidade que praticou desde os seis anos.

“Não a treinador, não a comentador. Não quero nenhum compromisso com o ténis. Adoro jogar aqui e ali de vez em quando, apenas para manter a forma, mas não quero posições oficiais”, reiterou o campeão de dois títulos do Grand Slam.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.