Maria Sharapova: “Bater a número dois do mundo na 1.ª ronda foi muito bom”

O encontro mais aguardado da primeira jornada da edição de 2017 do US Open não desiludiu e viu Maria Sharapova regressar aos grandes triunfos nos grandes palcos. A russa derrotou a número dois mundial Simona Halep, e em conferência de imprensa recordou os momentos de grande emoção vividos em court e ainda aqueles que antecederam a partida.

“Estava ansiosa, esperava muito isto. A partir do segundo em que percebi que ia defrontar a Simona, estava a fazer as unhas, peguei no meu telemóvel e fui ao YouTube ver encontros para poder estudar os nossos jogos”, recordou a tenista de 30 anos.

“Senti que quando entrei em court sabia o meu plano de jogo. Mas uma coisa é saberes o que tens de fazer, outra é pôr em prática. Não estive em court muito tempo nas últimas semanas, não tanto quanto as jogadoras que aqui estão”, disse a antiga número um mundial que foi obrigada a desistir de Cincinnati devido a lesão.

Sem disputar qualquer Grand Slam desde 2016, altura em que foi suspensa, este encontro teve outro significado para Sharapova, ela que afirma que agora ganha pela equipa.

“O facto de ter vindo e jogado, bater a número dois do mundo na primeira ronda do US Open foi muito bom. Acho que isso foi o que me fez ficar emocionada. Desde que voltei sinto que estou dentro da equipa, que não ganho apenas por mim mesma, mas ganho por todos os que me acompanham. É algo muito especial que sinto”, concluiu.

 

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.