Frederico Silva: “Estou contente pelo jogo que fiz e por ter vencido em dois sets”

LISBOAFrederico Silva qualificou-se esta terça-feira para a segunda ronda do quadro principal de singulares do Lisboa Belém Open, o torneio Challenger do CIF. Em conferência de imprensa, o tenista caldense disse ter sido bom vencer em 2 sets, depois de no domingo ter disputado uma final na Tunísia.

“Foi um bom jogo, senti-me a jogar bem. Acho que me habituei bem às condições aqui no CIF, que são bastante diferentes das que tinha encontrado ultimamente, e estou contente pelo jogo que fiz e por ter conseguido vencer em 2 sets”, começou por analisar Silva, que atualmente figura no figura no 378.º posto do ranking ATP.

Vindo da Tunísia, onde conquistou o 10.º título da carreira, o pupilo de Pedro Felner disse que “chegar aqui e não estar assim tanto tempo em court acabou por ser bom, porque acabo por ter mais tempo para recuperar e preparar o próximo jogo”.

Sobre o adversário, Frederico diz conhecer Joris De Loore, o carrasco de Gastão Elias e portanto protagonista da grande surpresa da primeira ronda. O belga é “da mesma geração” que o jovem português e por isso já se cruzaram, mas o encontro da segunda ronda, que está marcado para quinta-feira, será o primeiro entre ambos.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."